Dançarina Imperfeita – 07 Lições Que Aprendi Com o Filme

Dançarina imperfeita: Lições que tirei do filme para compartilhar contigo. Esse é o episódio número 02 Continuando a nossa série onde mostro aprendizados implícitos nos filmes, que por mais que pareçam bestas, pode trazer lições de grande valor.

Fica aqui até o final porque vai ser bem interessante.

Liberte-se do preconceito, pois muitos filmes podem ter caráter juvenil ou “bestinha”, ainda assim trazer aprendizados bastante interessantes para nossa vida.

Então fica comigo até o final que hoje vou compartilhar com você as maiores lições que aprendi com o filme “Dançarina Imperfeita“.

O filme de hoje é Dançarina Imperfeita:

Dançarina Imperfeita - 07 Lições Que Aprendi Com o Filme 1

O Filme traz a história de uma menina/mulher, Quinn, que tem como meta de vida entrar na Universidade de Duke, mesma universidade frequentada e amada por seu pai, falecido a alguns anos.

O Desejo era tanto, que viveu apenas para ter o currículo “perfeito/impecável” para qualquer universidade, assim garantiria seu acesso sem maiores problemas.

Quinn, era extremamente metódica e estudiosa, atingia sempre as maiores médias nas áreas que era boa. Por aí, já conseguimos perceber que não é uma pessoa que se contenta em ser mediana.

Apesar de o foco do alto desempenho ser a motivação de estudar onde seu pai estudou, poucos conseguem esse feito.

É chegado o momento da entrevista, pra sua surpresa, tudo o que havia imaginado, toda a sua dedicação se esbarra em uma recrutadora que já estava na era da disrupção, atual.

A recrutadora estava em busca de sair do tradicional. Desejava pessoas disruptivas, que queriam o diferente, a criatividade, ela queria a versão fora da caixa que todos nós, alunos ou não, temos mas não usamos para parecermos perfeitos.

Quinn tinha um desejo tão forte de alcançar seu objetivo, ser recrutada pela universidade Duke que, quando percebeu que poderia perder a vaga por ser “perfeita demais” mentiu para a recrutadora, dizendo ser parte de um grande grupo de dança da escola.

[Top demais. Uma pessoa desengonçada, sabendo das suas limitações e imperfeições, dizer que era dançarina, sem ter (ainda) o “menor talento” para isso…]

Lição 01: Motivação é a Faísca Entre Você e Seus Sonhos.

Ainda não falamos nas habilidade de Quinn para a dança… Era terrivelmente ruim! Ela sabia disso, mas, estava ciente também que nada iria lhe parar.

Agora, a “garota desengonçada” [não é uma ofensa, tá? Apenas para pontuar o nível que estava antes de começar] precisava criar, da noite para o dia, habilidades de dança e conseguir entrar para um grupo seleto de dançarinos de sua escola.

Ela tentou vaga no grupo favorito para ganhar, porém por já ter cometido um erro técnico durante uma sessão de ensaio, gerando problemas, foi “escorraçada” vendo-se entre a cruz e a espada.

Focada em fazer acontecer, convidou a melhor amiga (uma das melhores dançarinas desse grupo favorito, destratada pelo líder arrogante), para ser parte do novo time. A amiga, com aperto no coração, aceitou o convite.

Quinn não sabia como, mas sabia que seu desejo era suficiente para ela tornar isso real, desde que corresse atrás, encontrasse “as peças chaves para cada posição” e, pelo tempo que restava, treinar mais que os outros.

Nossa vida é exatamente assim. Sentimos que nunca estamos prontos, esperamos sempre o momento ideal, a oportunidade perfeita, quando a vida é exatamente o contrário.

É criarmos a condição perfeita. Como dizia Peter Drucker:

A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.

Mesmo sem saber, como, devemos apenas começar. Vão nos criticar independente de estarmos bem ou mal, então, vamos receber crítica, vivendo felizes, assim saberemos que é apenas mais uma pessoa que não teve coragem de fazer criticando alguém que teve.

Lição 02 – Quando Sabemos o Que Queremos, é Muito Mais Fácil Chegar Lá.

Já ouviu a frase abaixo?

Nenhum vento ajuda a quem não sabe para que direção navega

A frase é um exemplo perfeito do que é mostrado pela atriz do filme Dançarina Imperfeita.

Pois, Isso ela tinha de sobra: clareza em seu objetivo. Além de clareza, a Quinn também tinha capacidade de execução. Era autoconfiante ao ponto de não ter o menor talento mas treinar ao ponto de “criar seu próprio talento”.

Como dizem os sábios:

O Treino duro, supera o talento, quando o talento não treina duro.

Um grande exemplo que temos no Futebol, é Cristiano Ronaldo. Notamos com toda clareza que ele não nasceu com talento. Entretanto, se esforçou tanto que por diversas vezes, superou o talento de Messi.

Sabemos que não foi fácil, mesmo não estando com ele durante a trajetória, pois assim é a vida de todos. Começa difícil e vai ficando mais fácil.

Para atingir esse nível de performance, é preciso treinar mais que média, mais que os acima da média.

Assim fez a atriz do filme “dançarina imperfeita”. Sendo uma aluna diferenciada, sabia que para estar no topo, precisaria de peças chaves e muito empenho.

Então, elas, Quinn e sua melhor amiga, dedicam esforço para encontrar peças chaves em seu novo grupo.

Correm atrás de outro coreógrafo, um jovem dançarino profissional, de talento ímpar, que sofreu uma lesão e saiu do cenário artístico da cidade.

Finalmente conseguiram. Neste ponto do filme, percebemos a diferença “gritante” entre os estilos de liderança.

Líção 03 – Diferentes Tipos de Líderes, Diferentes Tipos de Resultado

Após ver a arrogância do líder do outro grupo (protagonizado pelo “Kid Flash” da série “The Flash”), onde notoriamente temos a liderança autocrática onde a ênfase é completamente no líder, vemos o total oposto na nova equipe, que possui uma liderança democrática, com ênfase nos dois lados, líder e liderados.

“Dançarina imperfeita”, traz uma série de aprendizados durante as uma hora e meia de duração.

Jake, o novo líder, além de presente para os membros, também é paciente e faz críticas sem ofender.

Também procura entender as maiores qualidades de cada integrante e trazer isso para o grupo, permitir que eles se expressem.

O objetivo desse tipo de liderança é trazer todos pra perto, enquanto o autocrático indica, em meu ponto de vista, esteja sempre em alto nível para elevar meu nome.

Lição 04 – Se Você Pensa Que Pode Ou Se Pensa Que Não Pode, de Qualquer Forma Você Está Certo.

Continuamos no filme “Dançarina Imperfeita”, agora, os ensaios já começaram e Quinn começa a abrir mão do currículo escolar perfeito em busca de criar o novo talento, a dança.

O mais interessante disso tudo é que, em momento algum, ela duvidou da sua capacidade, ela sabia que era desengonçada e ruim na dança, precisaria de muito treino para atingir o resultado. Não é vergonha ser iniciante em uma habilidade.

Sabemos que em nossa realidade, brasileira, não é tão simples assim.

Pelo contrário, é ainda mais complicado porque a maior parte das notícias são ruins, de desesperança.

São notícias que nos fazem acreditar que vivemos no terror, por isso não devemos nos mover, já que está ruim. Pior ainda, devemos estar “atualizados” das notícias.

Se não paramos pra pensar, acabamos acreditando que estar atualizado das notícias, deveria acoplar tanto notícias boas quanto ruins. Mas isso não acontece. Só recebemos tragédia.

O que torna, em minha opinião, a mídia forte manipuladora (negativamente) da população, pois nos faz ver o próximo como inimigos, afinal de contas, com tanta maldade, não sabemos se podemos confiar no próximo.

De uns tempos pra cá, vi que algumas coisas, graças a Deus, estão mudando. Já temos alguns líderes, bem sucedidos, como o Kaisser, o Pablo Marçal e alguns outros influenciando a geração para que possamos começar um novo movimento, do bem, incentivar pessoas a buscarem sua melhor versão.

Serei parte disso.

Quando acordamos pela manhã, todos os dias, temos duas opções: Acreditar que podemos ou acreditar que NÃO podemos.

Como vimos no exemplo do filme, acreditar, saber onde quer chegar é fator determinante para começarmos a nos mover.

Eu te incentivo a começar, confio em seu potencial.

Voltando ao filme, dançarina imperfeita, durante as etapas de treinamento Quinn e a equipe passam por dificuldades que, em dado momento, precisam desmontam o grupo.

Quinn, volta aos estágios e se vê menos feliz do que estava quando começou a dançar.

Não tem mais motivação, está triste ao mesmo tempo que recebe um e-mail da recrutadora, informando que ela sairia do cargo, não poderia mais recrutar a Quinn, a universidade a demitiu por ela querer pessoas fora da caixa.

Quinn se vê perdida, suas notas haviam caído, outros problemas aconteceram com todo o esforço que havia dedicado à nova habilidade.

Sua mãe então a incentiva a largar o grupo de dança e voltar a se concentrar nas notas.

Lição 05 – Pessoas Que Você Ama, Tenderão A Lhe Desencorajar

Aqui chegamos à lição 05 do filme “Dançarina Imperfeita”. Pessoas que você ama, tenderão a lhe desencorajar, mas não porque elas querem seu mal, ou porque não te amam.

Apenas pelo fato de querem lhe proteger do fracasso, de problemas, de dificuldades ou simplesmente porque elas não conseguem enxergar com seus olhos.

Você sabe que é capaz de fazer qualquer coisa, assim como Geraldo Rufino, ex catador de lixo, que quebrou 6 empresas, devia 2 milhões na última quebra, se reergueu e hoje é multimilionário.

Sílvio Santos, era camelô, confiava em seu potencial, encontrou oportunidades, agarrou e hoje fez os que o chamaram de doido na época, o reverenciarem.

Talvez, assim como eu alguns anos antes, esteja pensando “Ah! Mas é Silvio Santos, ninguém mais pode fazer isso” para justificar a nossa procrastinação em fazer acontecer.

A mentalidade de escassez está muito presente em nossa sociedade, entretanto, você pode se livrar disso.

A era digital chegou. Quem não estudar a respeito, não saberá o potencial que tem.

É possível que dê errado, sim! Mas só fracassamos quando desistimos. Aqui eu lhe incentivo a seguir para lição 06.

Lição 06 – Trabalhe com o que ama e não precisará trabalhar um único dia.

Uma parte bem marcante do filme dançarina imperfeita, pra mim, é onde ela fala

“(…) não, não está tudo bem. Eu pensei que ir à Duke me faria feliz, mas é a dança que me faz feliz”.

Muitas vezes desejamos parecer perfeitos, fazendo algo que achamos legal, mas não é aquilo que faz nosso coração vibrar, ou o que não amamos para agradar outras pessoas e acabamos por ter uma vida infeliz (ou menos feliz do que merecemos).

Todos nascemos com um dom, um talento, uma paixão. Algo tão forte que mesmo que passemos 14 horas lendo sobre o assunto, assistindo programas sobre o tema, mesmo assim estamos felizes.

Eu te incentivo a encontrar isso dentro de você. Encontre algo que ame fazer! Mas que ame muito.

Comece a aprender sobre o assunto, sem largar seu emprego, caso tenha. Aprendeu? Encontre formas de fazer dinheiro com isso, incentive outras pessoas a fazerem o mesmo.

Juntos, vamos lutar por um mundo mais feliz. Por fim, vamos à sétima e última lição que aprendi.

Lição 07 – Ande Acompanhado(a) de Pessoas que Tenham o Mesmo Objetivo.

Parece pouco mas, “andar”, seja presencialmente ou no mundo digital, será fundamental para manter você firme no foco durante as dificuldades que aparecerem no caminho.

Os melhores amigos, podem querer nos proteger, incentivando a permanecermos no mesmo lugar. A família, por desconhecer do assunto pode pedir que você não faça essa “loucura”, mas o grupo unido vai manter seu sonho vivo.

Juntos compartilharão dores, obstáculos, estratégias, motivação. Assim, é muito bom poder ter com quem contar nesses momentos onde as dificuldades se farão presentes.

Conte com isso.

Perdeu o Episódio 01? Leia aqui >> Copy – Como os filmes podem melhorar a sua

Conclusão

Chegamos ao fim de mais um episódio da série “aprendi nos filmes”. Espero ter contribuído de alguma forma com seu crescimento. Se te ajudei de alguma forma, já deixa um comentário aqui.

Seu feedback é muito importante para continuarmos levando informação até você.

Essa foram as minhas 07 lições. Quando assistir, volta aqui pra dizer quais foram as suas, beleza?

Forte abraço, tenha um excelente dia. Deus abençoe sua vida e sua jornada, hoje e sempre.

Aprenda Sobre o Marketing Digital e de Afiliados

Sem Ficar Horas Pesquisando...

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

Sobre o Autor

Gabriel
Gabriel

Olá! Sou Gabriel Nuness, graduado em Psicologia, estudante do mercado digital desde 2012, afiliado desde 2014. Meu propósito? Mostrar o caminho até o topo da montanha.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.