Afiliados

A melhor definição sobre o que é marketing de afiliados pode ser encontrada no Renda Passiva Inteligente por Pat Flynn.

O marketing de afiliados é o processo de ganhar uma comissão promovendo produtos de outras pessoas (ou empresas).

Você pode achar um produto que você goste, promovê-lo para as pessoas, e ganhar uma parte da renda a cada venda que você fizer.

Entretanto, o Wikipedia fala sobre 4 partes diferentes, que envolvem: o merchan, a rede, o editor e o consumidor.

Quando se fala em marketing atual, há 2 lados de uma equação de afiliados: o criador e vendedor do produto, e o profissional de marketing.

Portanto, o marketing de afiliados pode ser visto como um processo de espalhar a criação de um produto, e fazer o marketing desses produtos através de diferentes partes, onde cada parte recebe uma parcela da renda, de acordo com a sua contribuição.
Não é só uma promoção ou só a criação do produto.
Você pode ser o criador ou o profissional de marketing e mesmo assim lucrar com a ideia básica de renda compartilhada.

Vamos dar uma olhada em todas as partes de um sistema de marketing de afiliados de sucesso.

O Comerciante: Algumas vezes conhecidos como o criador, o vendedor, a marca, o revendedor ou vendedor. Essa é a parte que cria o produto. Também pode ser uma grande empresa, como Dyson, que produz aspiradores de pó.

Ou pode ser um único indivíduo, como a Mariah Coz, que vende cursos online para mulheres empresárias.

De empresários individuais e startups para as empresas imensas da Fortune 500, qualquer um pode ser o comerciante por trás de um sistema de marketing de afiliados. Eles não querem ser envolvidos ativamente. Eles só têm que ter um produto para vender.

O afiliado: Essa parte algumas vezes também é conhecida como editor. Ela também pode alcançar apenas alguns indivíduos ou até empresas inteiras.

É onde o marketing acontece. Um afiliado promove um ou múltiplos produtos e tenta atrair e convencer os consumidores em potencial sobre o produto do comerciante, para que eles realmente acabem comprando-o.

Isso pode ser alcançado através de um review do blog dos produtos do comerciante, por exemplo.

O consumidor: O consumidor faz o sistema de afiliados girar. Sem vendas, não há nenhuma comissão para receber e nenhuma renda para compartilhar.

O afiliado vai tentar fazer o marketing para o consumidor em um canal que ele achar apropriado, podendo ser uma rede social, anúncios digitais, ou através do marketing de conteúdo para um blog.

O afiliado vai decidir se o consumidor ficará sabendo ou não que ele faz parte de um sistema de marketing de afiliados. 

Alguns escolhem contar ao consumidor, e muitos afiliados tendem a ser transparentes sobre estar recebendo incentivos financeiros, mas outros não.

Eles deixam o sistema de rastreamento por trás de tudo, onde o consumidor possa ver o processo de compra (como de costume), e o afiliado continua ganhando a comissão.

A Rede: Somente algumas definições consideram essa parte da equação, mas em muitos casos, a rede funciona como um intermediário entre o afiliado e o comerciante.

Enquanto você pode tecnicamente promover um curso online, alguém já criou e somente organizou um compartilhamento de renda direta com eles, deixando a rede controlar o pagamento e a entrega do produto, colocando uma ideia mais séria no seu marketing de afiliados.

Algumas vezes, os afiliados têm que passar por uma rede para conseguir promover um produto. Um exemplo disso é quando o comerciante lança o seu produto na rede.

A rede, então, serve de base de dados de muitos produtos, dos quais o afiliado pode escolher qual ele quer promover.